Iguatemi

Iguatemi

sábado, 26 de maio de 2012

Emmanuely: Uma lição de vida


A vida não nos poupa as lições de crescimento e sempre que necessário nos envia um novo aprendizado. A doença de Emmanuely é um dessas oportunidades de crescimento da qual seremos todos contemplados .

Vivemos tão voltados para os que estão mais próximos que deixamos, muitas vezes, de perceber o que se passa ao nosso redor. E assim permanecemos até que a vida descortine novas janelas que, com certeza, jamais seriam abertas por nós. 

De repente, estamos vivendo uma realidade comum a tantas pessoas, tantos quadros semelhantes ao nosso e tantos em condições de dor muito maiores que a nossa. A nossa angústia misturou-se a de muitos e, de repente, passamos a vivenciar um quadro da vida que antes nos era mostrado apenas em cenas de vida, sem nenhuma emoção. Não que fossemos insensível a dor alheia, mas, somente ao vivenciá-la em nós é que temos a real noção da dor e do sofrimento das outras pessoas. 

Quando adentramos o Hospital São Marcos com a nossa Emmanuely, na sua fragilidade de dois anos e cinco meses com um diagnóstico de leucemia ficamos atordoados, para em seguida, percebermos os inúmeros casos de crianças que ali se encontram em tratamento, em condições mais sérias que as dela. O caso de U... de 7 anos, vizinho de quarto de Emmanuely, que após a cirurgia para retirada de um tumor no cérebro ficou na UTI durante um mês e não recuperou movimentos nem a fala e, ainda ficou um outro tumor que não pode ser retirado pois pode causar a cegueira e ele não resistir a outra cirurgia, é um dos casos que nos faz refletir sobre o quanto temos a agradecer.

Pelos corredores percebemos a aflição de mães que ali se refugiam para chorar e rezar, pois, não querem transparecer a dor diante do seu enfermo e as estórias são as mais comoventes. É neste ambiente que a fé se faz mais presente, aliada à confiança nos profissionais que se dedicam a minimizar a dor e o sofrimento dos que ali se encontram.

Também nós, espíritas, que compreendemos a importância e o alcance da prece, passamos a realizar diariamente a leitura do evangelho e aplicação do passe com a água fluidificada em nossa Manu e a envolver todos que ali se encontram em nossas vibrações. 

Dessa forma, compreendemos que, as dores são lições que vivenciadas por nós, nos fortalecem e nos tornam seres mais humanos e em condições de compreender melhor a dor do outro. 

A dor é uma benção que Deus envia a seus eleitos, diz-nos o Evangelho Segundo o Espiritismo. A mensagem foi musicada por Nando Cordel, confira no vídeo.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Emmanuely está muito bem, graças a Deus!


Todo e qualquer ser humano que, descubra em si mesmo ou em familiares doenças diagnosticadas como de difícil tratamento ou recuperação, sofrerá o impacto dessa confirmação. Assim como, irá se perguntar o porquê de estar acontecendo justamente com ele? 

No primeiro momento, o sentimento é de negação, não queremos acreditar que isso esteja acontecendo conosco. Dormimos e acordamos esperando que tudo tenha sido um sonho ruim, para nos darmos conta de que a situação é real. 

A aceitação é o momento em que compreendemos que a única coisa a ser feita é lutar para combater o inimigo ameaçador que nos visita. E aí, quanto mais informação, melhor. É quando passamos a fazer parte do processo, ajudando de todas as formas àqueles que estão com a responsabilidade maior de nos cuidar. É também o momento em que, nosso sentimento de religiosidade ressurge despertando a fé em Deus, para que a fé nos profissionais e em nós seja o nosso sustentáculo.

Para nós espíritas, o impacto inicial não é diferente, pois, como seres humanos, temos nossos medos e receios que surgem em primeiro lugar. Mas, a certeza de que Deus é justo e nada nos ocorre apenas pelo “acaso”, nos conforta. A certeza de que estamos sendo cuidados pelas equipes terrenas e espirituais e o carinho de tantos amigos que se juntaram à nossa causa tornam o fardo mais leve.

Graças a Deus, a nossa Manuzinha está muito bem, com todas as alegrias e fôlego de uma criança de dois anos. Apesar de sua aparente fragilidade, é muito forte e demonstra que terá forças para seguir adiante nessa batalha.

A título de informação, a quimioterapia ainda não começou porque, alguns ajustes estão sendo realizados em seu estado geral para que o êxito seja maior. Todos os pontos estão sendo vistos pela equipe que cuida da Manu. Estamos cercados por profissionais muito humanos e Manu já está conhecida no hospital pelas caminhadas que faz nos corredores, pois, não se permite ficar apenas deitada. Mesmo com a medicação, ela quer passear, e aí, haja o papai Emmanuel e a mamãe Andréia a correr para acompanhar seu pique segurando o soro preso em sua mãozinha, pois, não aceita mais ninguém com ela.

Estamos agradecidos a Deus pelas conquistas e ao carinho de todos que estão engajados em nossa causa.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Bençãos de Deus para Emmanuely

Após ser diagnosticada a leucemia como causa dos processos sofridos por Emmanuely, estávamos na expectativa do resultado dos exames que definiria o tipo de leucemia e tratamento a ser realizado. Na tarde desta sexta-feira (18), fomos informados pela Drª Gildene que está a frente do tratamento de Emmanuely que, os exames acusaram um processo iniciante e de resposta rápida ao tratamento.

Só quem já passou pela expectativa de um resultado dessa natureza sabe o alívio e a alegria diante de um anúncio tão maravilhoso. Desde quando recebemos a confirmação da presença da doença no organismo de Emmanuely que o peso da dor caiu sobre todos nós. É verdade que em momento algum duvidamos da misericórdia divina e esperamos ser merecedores de suas benesses.

Passado esse momento de extrema alegria passamos a refletir sobre todos aqueles que, também como nós, aguardavam resultados de exames de seus familiares e foram surpreendidos por diagnósticos não muito confortadores. É preciso passar pela dor para que possamos pensar na dor do nosso semelhante. Antes que tudo isso acontecesse, jamais nos passou pela mente viver tal situação.

Hoje, o dia inteiro foi de preparação. Não sabemos quanto tempo vai durar esse periodo inicial de internamento (possivelmente 20 dias, fomos informados), dessa forma foi providenciado um clima mais infantil no quarto da Emmanuely, decorando as paredes e colocando balões pelo quarto.

Também foi iniciada a adaptação para uso da máscara, onde todos tiveram que usar para que ela viesse a aceitar.

Agora, estamos no aguardo do início desse tratamento que irá possibilitar a cura da nossa Manu e seu retorno em breve ao lar, o que ela mais deseja e mais pede a todo instante.

A título de alerta, os sintomas da Manu iniciaram a cerca de dois meses, com estado febril constante, dor na perna e na barriga e surgimento de manchas roxa no corpo, como se fossem pancadas. Exames de ultrasson, raio x, hemogramas e outros mais foram realizados. Os vários médicos consultados não conseguiram identificar as causas das dores e do estado febril, Manu chegou a ser hospitalizada por infecção urinária e após a internação a febre continuou. Nos hemogramas realizados a anemia se fazia presente mas não foi considerada como a primeira situação a ser tratada. Somente após o alerta de um amigo médico bioquímico é que a família foi orientada a buscar ajuda especializada. Após a consulta e apresentação dos exames exigidos, a Drª Gildene ao observar a intensa anemia diagnosticada no hemograma exigiu imediata internação, seguida da constatação da leucemia.

Narramos esses fatos no intuito de alertar pais que estejam vivenciando situações semelhantes.


quarta-feira, 16 de maio de 2012

Surpresas que a vida nos reserva


Nada pode ser tão doloroso quanto ver um ente querido sofrendo e nada podermos fazer para amenizar seu sofrimento. Principalmente quando se trata de uma criança, assustada com a rotina hospitalar. Na sua ingenuidade acredita que apelando para os pais será colocada fora do alcance daqueles que trabalham para melhorar sua saúde. 

Vivendo essa experiência, com mais uma neta, a Emmanuely, lembrei-me do período em que sua mãe, Andréia foi acidentada ainda na infância e passou por várias cirurgias para recompor a perna que quase foi decepada. Quando chegava a hora dos curativos ou cirurgias ela apelava para mim e quando via que eu nada podia fazer, apelava para seu pai na esperança de ser socorrida. Talvez passasse pela sua cabecinha que não nos importávamos com seu sofrimento. 

Vendo a “Manu”, tão pequenina e já tão traumatizada com hospitais, dói no coração por nada poder fazer, a não ser rezar e pedir a Deus por sua saúde. Recolhida ao hospital na companhia de minha filha e neta, não pude deixar de pensar nas inúmeras crianças que sofrem em leitos hospitalares, muitas em situações extremas e que, praticamente, residem em hospitais, dadas às condições de saúde em que se encontram. Centrados em nosso círculo familiar, esquecemos as dores alheias e, sabiamente, a vida nos leva à reflexão quando somos visitados por ela. 

Rogando as bênçãos de Deus e o amparo do médico maior de todas as almas, Jesus, em socorro de minha netinha Emmanuely, estendo o pedido à todos que se encontram em leito de dor para que possam ser alcançados pela sua misericórdia.

Emmanuely foi diagnosticada com leucemia e vai iniciar tratamento quimioterápico. Além do amor de seus pais e familiares, Emmanuely conta com o amparo da equipe médica do Hospital São Marcos, da espiritualidade amiga e protetora e as orações de todos os amigos.

sábado, 12 de maio de 2012

Dia das Mães: uma reflexão.


Que maior presente pode desejar uma mãe, senão a presença de seus filhos? Muitas mães estarão cercadas neste dia pelo carinho de seus filhos e muitos filhos estarão ausentes, fisicamente, nesta data, embora unidos pelos laços do amor que os une.

O Dia das Mães, geralmente, é comemorado com a família reunida para um almoço festivo, onde não falta o presente simbolizando o amor àquela que é símbolo do carinho e da dedicação.

Mas, em muitos lares, a saudade se fará mais forte pela ausência da homenageada e muitos filhos se sentirão entristecidos pela lembrança do convívio da mãe querida. Assim como, muitas mães estarão a relembrar de filhos que retornaram à pátria espiritual.

Da mesma forma, algumas mães estarão privadas do convívio de seus filhos que, pelas escolhas erradas diante da vida, se fizeram ausentes do lar deixando um rasto de dor no coração materno.

Bom seria que todas as mães pudessem desfrutar da presença e do carinho de seus filhos e que todos os filhos pudessem desfrutar da presença e do carinho de suas mães.

Fazemos essa reflexão no intuito de lembrar que todo dia é importante na vida de uma mãe e que presenteá-la todos os dias não é difícil. Basta que o filho faça por onde ser feliz, trilhe a estrada do bem e todos os seus esforços sejam em prol do bem estar seu, de sua família e da sociedade na qual convive.

Quantas mães que dariam tudo para trazer de volta o filho que enveredou pelos caminhos da criminalidade e dos vícios. Mães que sonham com o retorno de seus filhos ao lar em condições de equilíbrio e de convivência pacífica.

Que neste dia, nós que temos a felicidade de contar com a presença alegre e comemorativa dos nossos filhos, possamos lembrar esses corações aflitos que se unem num só desejo que é ter a recuperação dos seus filhos.

Peçamos a Deus que guarde todas as mães no seu amor e fortaleça seus corações para que possam seguir lutando e amando cada vez mais seus filhos.

Parabéns à todas as Mães!

domingo, 6 de maio de 2012

Alimentos da Alma



O corpo se alimenta das Substâncias da Terra.
A alma se nutre dos sentimentos que gera e assimila.
Se te sentes enfraquecido e desanimado apesar da higidez do teu organismo, será de bom alvitre anotar o teor dos sentimentos que cultivas.
Verifica se do teu coração estão brotando as vibrações negativas do ressentimento, da mágoa, da vingança, da agressividade...
São elas os elementos destrutivos que te podem desagregar as energias, inclinando-te à perturbação e à enfermidade.
Se isto te acontece, atenta para a necessidade urgente de modificares o padrão das tuas emoções.
Para tanto, procura a inspiração de Jesus no Evangelho. Ali colherás as indicações seguras para implantar, no teu intimo, os sentimentos de compaixão, fraternidade, perdão e caridade...
Serão eles que, fluindo do centro de ti mesmo, haverão de te reanimar e socorrer, restaurar e fortalecer, para que te coloques na direção certa, a passos seguros na recuperação preciosa da tua saúde espiritual.
Resguarda-te dos alimentos enfermiços, porque Jesus te deseja saudável – de corpo e espírito, para a sementeira da luz e do bem.



***Psicografia de José Carlos Ferreira***

Fonte: Gotas de Amor e Luz