Iguatemi

Iguatemi

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Olhar Novo em 2013!


Antecipando a mensagem de Ano Novo, fiz uma locução da mensagem de Carlos Drumond de Andrade, intitulada "Feliz Olhar Novo", que desejo compartilhar com todos.

Que saibamos aproveitar muito bem, esse presente que se traduz em 365 oportunidades diárias para escrevermos nossa história.

Feliz Olhar Novo em 2013!

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Natal em Família



 Meus netos: Mirela, Emmanuely, Giovana, Lucas, Bruna, Alícia, Arthur, Glauber e Sabrina
A data de 25 de dezembro, para mim, diz respeito à reunião e comemoração em família. Por se tratar de homenagem ao Ser Maior, Jesus Cristo, entendo que é na intimidade do lar que deve ser comemorada. 

Embora não possamos reunir toda nossa família, pois muitos residem em outras cidades, nos juntamos na noite de Natal com filhos, netos, genros para comemorar a magna data com a tradicional ceia de Natal em família.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Meu neto Glauber já nasceu sendo um presente.


Um dia após sua mãe completar 15 anos (17 de dezembro de 1988), ele nasceu. O mais interessante é que eu sempre tive a impressão de que ele era meu filho. Antes que Gelma engravidasse eu tive um sonho que deixou mais forte essa impressão.

No sonho, fui levada por um ser que não consegui identificar até uma clareira onde me encontrei com um jovem que se encontrava na companhia de um senhor. Ao avistá-lo, comecei a chorar por perceber que impedira a vinda dele, pois, havia feito ligadura de trompas. “Não acredito que impedi justo a vinda dele”, disse no sonho. O senhor que o acompanhava me disse: “Não se preocupe, ele já está se preparando para reencarnar em sua família”. 


 Essa imagem se aproxima muito da imagem que guardo do meu sonho.

Em outro sonho, eu me via como mãe de um bebê e quem cuidava era Gelma e eu, me perguntava: “se o filho é meu, porque ela é que tem que cuidar”. Em seguida veio a notícia de que Gelma estava grávida e ficou desde sempre essa impressão.

Mas, o que importa de verdade, é que ele faz parte da nossa família e é muito amado por todos nós e se faz amar, pelo seu carisma e sua simplicidade. 

Que Deus te abençoe sempre meu filho-neto.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Sob as bençãos de Deus, Emmanuely comemora três aninhos


Momento capturado pela lente da vovó Leila

Na noite deste domingo (16), nos reunimos em família para comemorar o aniversário da minha netinha Emmanuely, que completou três anos de idade, dia 13 deste. Um momento de muita emoção e alegria, em virtude do quadro de saúde que Emmanuely vivencia desde maio deste ano. O sentimento geral foi de agradecimento, por termos a felicidade de tê-la conosco em franca recuperação. 
Como não podia deixar de ser, a sua mãezinha Andréia, aproveitou para agradecer a todos o apoio recebido. Momento de muita emoção que, culminou com uma prece realizada por todos. 

A Manú (como é chamada carinhosamente) ficou muito feliz com sua festinha da ‘Galinha Pintadinha’, tema que ela escolheu. 
Neste domingo, 16 de dezembro, também faz aniversário minha filha Gelma, seu pai Heliodório e, nesta segunda (17), meu neto Glauber. 
Apesar de tantas datas a serem comemoradas, todas as atenções se voltaram para a nossa pequena, grande guerreira que, muito cedo iniciou uma batalha pela vida em que vem sendo vencedora. 
Rogamos a Deus que ela continue sendo merecedora das bênçãos da saúde, para que, em breve, possamos comemorar sua cura definitiva.

domingo, 9 de dezembro de 2012

O quanto de brinquedos estamos dando aos nossos filhos

Existe uma matemática que multiplica o número de brinquedos recebidos por nossos filhos durante todo o ano. São inúmeras as datas em que presenteamos nossos pimpolhos: aniversário, páscoa, dia da criança, natal  e às vezes em que nos deparamos com alguma novidade interessante que vai fazer nosso filho feliz. Sem falar nos pedidos que nos fazem, pois desejam ter o brinquedo que o coleguinha está exibindo na escola. 

Além dos pais, avós, tios, padrinhos e amigos contribuem para que nessas festas seja grande o número de brinquedos ofertados à criança que, após a euforia do recebimento e rasgar da embalagem, brinca por alguns momentos e daqui a pouco, a pilha de brinquedo está jogada ao canto. Ela sequer elege um em especial. Muitos a criança já tem e, é comum os pais voltarem à loja para troca do presente ou guardar para doar em outras ocasiões.

Particularmente, conheço pessoas que exibem verdadeiras lojas de brinquedo nas prateleiras do quarto das crianças, sem que a mesma sequer possa tocá-los. Esperando que ela cresça e tenha cuidado com os brinquedos, dizem. Da mesma forma, conheço crianças que destroem seus brinquedos poucas horas após serem recebidos. Não desejaram, não ansiaram por aquele brinquedo, não lhe dão o significado devido.

O tempo em que a criança sonhava com um presente ou aguardava ansiosamente pela noite de natal para exibir no dia seguinte o presente que recebeu de Papai Noel já é passado. Mas, para muitas crianças, em situação social deficitária, o brinquedo ainda é um sonho irrealizável, o Papai Noel jamais foi visto por qualquer deles na magia da noite de natal.

Um vídeo que circula pela internet mostra a triste realidade da comunidade de Suspiro Betânia no Piauí, onde as crianças brincam com pedrinhas e bolas de pano improvisadas, não tem um ambiente para brincar, em virtude da precariedade da região e, muitas delas sequer ouviram falar de Papai Noel.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Emmanuely retornando ao prazer de viver


Ver a Emmanuely andando de bicicleta após um período em que teve de ficar retida em um leito de hospital e sem ânimo para brincar, é motivo de comemoração para toda a família. 

E, adivinha o que ela pediu de presente no Natal? Quem disse, uma bicicleta, acertou.