Iguatemi

Iguatemi

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Brumas e Espumas


Imagem: Pluricosmética

Capítulo XXII da obra - Perguntaram-me se acredito em Deus, autoria de Rubem Alves. O texto é do Eclesiastes, narrado pelo Mestre Benjamin. 
Perfeito!

“Brumas e espumas.

Tudo são brumas e espumas...
Para tudo há um tempo determinado.
Há o tempo de nascer e o tempo de morrer.
O tempo de plantar e o tempo de arrancar o que se plantou.
O tempo de construir e o tempo de demolir.
O tempo de chorar e o tempo de rir.
O tempo de amar e o tempo de enfadar-se com o amor.
O tempo de guerra e o tempo de paz.
Para todas as coisas há um tempo certo.
Mas Deus colocou o coração do homem para além do tempo, na eternidade.

Nada há de melhor para o homem do que alegrar-se e levar uma vida prazerosa. E isso é presente de Deus, que o homem possa comer, beber e desfrutar do seu trabalho.

O que é, já foi. E o que vai ser também já foi. Mas Deus fará voltar o que já passou.


Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias e cheguem os anos em que dirás: Não tenho neles prazer.

Antes que se escureçam o sol, a lua e as estrelas, luzes da tua vida, e tornem a vir as nuvens depois do aguaceiro;

No dia em que os teus braços, guarda da tua casa, tremerem,
E as tuas pernas outrora fortes se curvarem,
E os moedores da tua boca cessarem de moer, por já serem poucos,
E os teus olhos, janelas da tua casa se cerrarem,
E os teus lábios se fecharem: o dia em que não puderes falar em voz alta,
E te levantares ao canto das aves, e não mais ouvires o som da música.
Quando tiveres medo do que é alto,
E te espantares no caminho,
E o teu cabelo ficar branco,
E um simples gafanhoto for muito peso para tuas forças,
E não tiveres mais fome.
Porque vais para a casa eterna
E os pranteadores já estão andando pela praça.
Antes que se rompa o fio de prata,
E se despedace o copo de ouro,
E se quebre o cântaro junto à fonte,
E o pó volte à terra
E o sopro da vida volte a Deus, que o soprou.
Vai, pois, come com alegria o teu pão e bebe gostosamente o teu vinho. Em todo tempo sejam brancas as tuas roupas e jamais falte óleo na tua cabeça. Goza a vida com quem tu que amas todos os dias da tua vida que logo passa, como passam as brumas e as espumas...”
Brumas e espumas: tudo são brumas e espumas.” (Eclesiastes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário